top of page

Será que vem aí um rival à altura do nosso querido Google?

Por Giovanna Fuccio


Em um mercado já completamente dominado, em que o Google é sinônimo de pesquisa, surge uma nova plataforma de buscas que pretende ser uma “pedra no sapato” deste que exerce grande domínio na internet e se configura como o mais usado no mundo inteiro. A plataforma You vem para inovar, trazendo novidades, parte para um caminho diferente e não tenta ser um clone do Google como a maioria dos outros buscadores. Primeiramente, o processo de listagem de resultados é exibido de forma horizontal, em cards, e não como uma série de links de forma linear.



(Reprodução/You.com)


Segundo o criador, Richard Socher, para o Fast Company, disse que pensou nessa nova forma de busca quando percebeu que as pessoas tendem a se concentrar em um pequeno número de sites, ao invés de procurar fontes em “toda” a internet. “Às vezes, você pode ter uma tonelada de conteúdo útil de um tipo de fonte, mas em uma lista vertical, é muito difícil para você ser capaz de ampliar mais dessa fonte sem sacrificar todo o resto”. Dessa forma, a empresa afirma que seu “objetivo é facilitar sua vida, resumindo a web para você, eliminando a necessidade de abrir várias guias”. Para este fim, os cards destacam as páginas e os artigos relacionados à busca feita e ainda separa os resultados em categorias, como por exemplo, Twitter, Instagram, YouTube, TikTok, Linkedin, Reddit, entre outros.




(Reprodução/You.com)


(Reprodução/You.com)


Para além, os usuários também podem classificar os cards na ordem de interesse para a visualização, exibindo primeiro suas fontes preferidas. “Nossa missão é tornar as informações do mundo úteis para você. Nosso objetivo é ajudar nossos usuários a ter sucesso em todas as pesquisas. Nossos valores essenciais incluem confiança, fatos, gentileza e sucesso do usuário”, afirma a empresa.


Ademais, You promete mais privacidade e diz que “nunca vende seus dados para anunciantes ou segue você pela internet”. Ou seja, a plataforma mantém os dados dos usuários anônimos e não apresenta anúncios. O site também oferece o modo privado que não guarda nenhuma informação sobre as pesquisas feitas.


Segundo o criador, Richard Socher, por enquanto a empresa está focada no crescimento e não tem uma fonte de renda para gerar receita, através de publicidade. Além disso, ele acredita que terá muitos outros caminhos para explorar no ramo dos negócios que não envolvem uso de dados pessoais para publicidade.


Por ora, o novo buscador está em fase experimental (beta), então está em processo de melhoria, mas se você quiser acessar e ver o que está por vir, o link é you.com . Agora resta saber se essa nova plataforma irá emplacar.


Comments


bottom of page