top of page

Dia internacional para a preservação da camada de ozônio

O que é a camada de ozônio? O que está acontecendo e por que devemos preservá-la?


No dia 16 de setembro é comemorado o Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio, que extremamente importante para a sobrevivência da vida na terra. Esse dia foi escolhido pois em 16 de setembro de 1987 quando 46 países assinaram o Protocolo Montreal que foi um tratado internacional em que os países se comprometeram em substituir substâncias que agravam a destruição da camada de ozônio.


Buraco na camada de ozônio 2019 - Foto: NASA/Reprodução YouTube

O que é a camada de ozônio?


O nosso planeta é basicamente feito de camadas, especialmente a atmosfera. Na estratosfera (aproximadamente 25 à 30 km acima da superfície) se encontra a camada de ozônio. Essa camada composta por ozônio tem a capacidade de filtrar a radiação dos raios ultravioletas que o sol emana, ou seja, a camada de ozônio é um grande escudo contra uma radiação que poderia acabar com a vida no planeta.


O que está acontecendo e por que devemos preservá-la?


Em 1977 cientistas detectaram um buraco nessa cada e desde então os registros mostram que ela vem se tornando cada vez mais fina em várias partes do mundo, isso significa que proteção que ela nos dá, já não é a mesma.


Essa deterioração ocorre porque o elemento ozônio se transforma em outras substâncias quando reage com alguns poluentes, especialmente Gás carbónico e CFCs.


O que podemos fazer para preservá-la?


Bem, isso é simples, basta reduzir os poluentes que reagem com o ozônio presente nessa camada. O gás carbônico, por exemplo, é produzido pela queima de combustíveis fósseis, como o petróleo e o carvão. Então produtos à base de petróleo, como a gasolina, libera o gás carbônico, um substituto interessante é o álcool.


Já os CFCs, ou clorofluorcarbonos, são usados em aerossóis, isolantes em equipamentos de refrigeração. Para ajudar devemos ficar muito atentos aos produtos que consumimos e que vem no formato de aerossol e também verificar alguns aparelhos que contém sistema de refrigeração.

Evolução no buraco da camada de ozônio 2014 - 2019 - Foto: NASA/Reprodução YouTube

Em 2019, foi contatado pela NASA, Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, que o buraco da camada de ozônio diminuiu. Claro, não é um fato que pode ser comemorado ainda, mesmo sendo a primeira queda em seu tamanho desde 1985. Porém as medições indicaram um buraco de 10 milhões de quilômetros quadrados na atmosfera. Isso significa que ainda há muito trabalho a ser feito!


...


Louise Cristina Zin, natural de São João del-Rei, Minas Gerais tem 20 anos e está cursando Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei. Voluntária do Greenpeace São João del-Rei, faz parte da comunidade de Anfitriãs e Anfitriões de 2020 - 2021 do Greenpeace Brasil e também é voluntária no projeto #tmjUNICEF. Apaixonada por cinema e defensora das abelhas, está sempre olhando para o mundo com carinho e tentando encontrar a beleza nas simplicidades.

...



Comentarios


bottom of page